Escola da zona rural de Maruim promove o 1º café literário

31/10/2014

A Escola Municipal Professora Maria Fidélis Costa, situada no Povoado João Gomes de Melo, em Maruim, promoveu a primeira edição do Café Literário na manhã desta quinta-feira, 31. A iniciativa faz parte do programa Arranjo do Desenvolvimento da Educação em parceria com a Fundação Vale.
Após um reforçado café da manhã, alunos dos 4º e 5º anos do ensino fundamental regular recitaram poesias de Monteiro Lobato. Em seguida os alunos apresentaram uma peça teatral intitulada “o couro do piolho” com objetivo de alertar para a necessidade de higiene pessoal. Ao final, com a declamação de um cordel, a aluna Ana Cássia (5º ano) homenageou a professora da rede municipal e cordelista, Izabel Nascimento, que nos dias 17 a 19 de outubro participou do Festival Cultural do Brasil, em Viena, na Áustria.
Segundo a diretora da escola, Maria José, o projeto visa o envolvimento dos alunos, pais e professores. “O projeto tem como ênfase o incentivo à leitura através de obras de autores do nosso folclore. É fascinante a disposição dos alunos em aprender a partir da adoção desta metodologia”, destacou.
Para a coordenadora da escola, Kelly Silveira, a ação contribui para despertar o hábito da leitura nos alunos. “Percebemos um avanço no desenvolvimento da leitura por parte das crianças das séries iniciais”, ressaltou.
Além do município de Maruim, ações do programa “Arranjo Desenvolvimento da Educação” são desenvolvidas em Capela, Japaratuba, Rosário do Catete e Barra dos Coqueiros.


Fonte: Assessoria de Comunicação

Governo constrói nova ponte em Riachuelo, SE

30/10/2014


A população da cidade de Riachuelo, no leste sergipano, será beneficiada com a construção do novo acesso ao povoado Sítio do Meio. A obra vem sendo realizada pelo Governo de Sergipe e deve ser concluída até o final do ano. Os serviços são realizados por meio da Secretaria de Estado da Infraestrututra (Seinfra) através do Departamento Estadual de Infraestrutura Rodoviária (DER). 
(Foto: Ascom/Seinfra)

A antiga estrutura da Ponte ficou abalada com as fortes chuvas do ano passado, levando perigo aos pedestres e impedindo a passagem de veículos, devido ao risco de desabamento. Para assegurar o trânsito da população pela região, o governo edificou uma travessia temporária e desde o mês de agosto trabalha na construção de um acesso maior e mais largo.Será levantada uma estrutura de concreto substituindo a via atual. 

Para o secretário de Estado de Infraestrutura, Valmor Barbosa, a obra trará mais desenvolvimento para a Cidade.  “Nesta localidade existem instituições que interferem no cotidiano da população do município e trabalhar para a reconstrução da travessia é favorecer todos os habitantes de Riachuelo”, esclareceu. 

Segundo o morador da região, Demóstenes Silva dos Anjos, de 60 anos, a obra trará enormes melhorias aos moradores. “Esta nova ponte será de fundamental importância já que ela permitira a circulação numa área estratégica da economia local porque é nos povoados Sítio do Meio, Albano Franco e Bairro 13 que se encontra o distrito industrial do município, com três fábricas”, explica. 

A também moradora Viviane Menezes diz reafirma a relevância da ponte para a comunidade. “A região é muito movimentada, são mais de 200 famílias residentes nestes povoados e que terão agora, um acesso mais qualificado a sua disposição”, opina.

Fonte: ASN

Suspeito de matar namorada em Laranjeiras é preso

Na manhã desta quinta-feira, 30, policiais civis da cidade de Laranjeiras efetuaram a prisão de José Aelson do Livramento Júnior, 20 anos, acusado de assassinar a namorada Sandy Evina, 17 anos. O crime aconteceu na última sexta-feira, 24, no conjunto Manoel do Prado Franco e, segundo as investigações iniciais, teria sido motivado pelo término de um relacionamento amoroso.

De acordo com o delegado Marcelo Pais, o mandado foi cumprido após a prisão preventiva dele ser  decretada pelo Juizo da Comarca de Laranjeiras. “Após confirmarmos o mandado de prisão, enviamos uma intimação para o Aelson, que apresentou-se juntamente com o advogado na manhã de hoje. Agora ele será indiciado por homicídio duplamente qualificado, motivo fútil e impossibilidade de defesa da vítima.”, informou o delegado.

O suspeito está à disposição da Justiça.

Fonte: SSP/SE

Comissão do Senado aprova liberação de derivado da maconha

29/10/2014

 A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira, 29, duas novidades na Lei de Drogas: a importação legal de produtos derivados de maconha para uso medicinal e a definição de uma quantidade mínima para diferenciar usuário e traficante. As mudanças foram apresentadas pelo senador Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) e ainda dependem da aprovação de outras quatro comissões de senadores para serem colocadas em votação no plenário da Casa para virar lei nacional.
O senador defendeu a liberação de derivados de Cannabis - o princípio ativo da maconha - para fins terapêuticos como uma tendência médica já reconhecida pelo Poder Judiciário, que tem dado ganho de causa a pacientes que processam o Estado para tratamento de doenças. "Optamos por seguir a tendência que já vem sendo encampada pelo Judiciário, que é de permitir a importação de 'canabinoides' para uso medicinal, em casos específicos de certas doenças graves", disse.
A importação de remédio à base de maconha foi discutido em uma série de seminários promovidos pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado. A regulamentação dos medicamentos, contudo, caso aprovada a importação pelo plenário, deverá ser regulamentada pelo Ministério da Saúde. A abertura legal também vai permitir que os medicamentos possam ser produzidos no País.
Usuário e traficante. A definição de uma quantidade mínima para diferenciar usuário e traficante ainda será debatida. O critério adotado foi de cinco dias de consumo por pessoa, sem definir valores. Os senadores concordaram que a proposta era importante para diferenciar juridicamente consumidor e traficante. O tema foi incluído por Valadares para acompanhar sugestão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. O ex-presidente sugeriu dez dias de consumo individual, conforme prevê a legislação de Portugal. 
Fonte: Estadão

Brasil Nordeste de MX chega à última etapa com elogio de pilotos

O Campeonato Brasil Nordeste de Motocross está prestes a chegar ao fim. Nos dias 8 e 9 de novembro, será realizada em Barbalha (CE), a 5ª e última etapa da competição. A competição será no MX Park Bruno Alencar (próximo ao Parque Vaquejada padre Cícero). Os ingressos para os dois dias de evento custarão R$10.
O vice-presidente da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo), Juvenal Alves, ressalta que o Campeonato é muito favorável aos competidores do nordeste. “Temos pilotos de alto nível por aqui e fizemos um campeonato para seguir o mesmo padrão. A premiação é bem dividida, respeitamos o horário das corridas, as pistas são bem tratadas”, destaca Juvenal.

O piloto Alex Lucena que participou de todas as etapas do Campeonato até agora elogiou a competição. “Hoje o Brasil Nordeste é o campeonato mais respeitado de toda nossa região. Em relação aos campeonatos nordestinos, com certeza o Brasil Nordeste é um exemplo a seguir”, apontou o piloto.
Para 2015 o calendário está praticamente fechado: março (Glória-BA), abril (em definição), maio (Cascavel-CE), junho (Triunfo-PB), julho (Abaré-BA), agosto  (em definição). “Agradecemos a SX Farias, promotora do Brasil Nordeste, que cumpriu o calendário este ano sem alterar nenhuma data. Em 2015 não será diferente. Tivemos apoio também das prefeituras locais, e para o próximo ano esperamos ter grandes empresas também do nosso lado”, ressalta o vice-presidente da CBM.

Classificação do Campeonato

Nas categorias MX1 e MX2 quem lidera com 103 pontos é Rodrigo Lama. Bruno Santos segue na frente na MX3. Na MX4, José Feitosa é o líder. Thiago da Costa é o primeiro na Júnior e está a um ponto da vitória, a mesma situação para Leonardo Feitosa da categoria 85cc a 150cc. Ainda serão realizadas duas provas da 50cc, que decidirão o título da classe.
A categoria 230cc já tem campeão definido. Alex Lucena venceu a última etapa disputada e garantiu o título antecipado da categoria com 100% de aproveitamento.
Confira a classificação completa do Campeonato no SITE. Mais uma vez haverá premiação em dinheiro. O prêmio máximo é de R$ 1.200,00 para a categoria MX1.
As inscrições estão abertas pelo SITE. O valor é de R$100 para as categorias MX1, MX2 e Nacional Força Livre e R$80 para as demais categorias.

Programação:

Sábado 08/11/2014
Treinos Livres
09:40 -  85cc 65cc
10:00 – NAC. Força Livre, OPEN e 230cc
10:40 – MX3 e MX4
11:00 – MX1, MX2 e MX Junior

TREINOS CRONOMETRADOS
13:20 – MX4
13:40 – MX Junior
14:00 – 65cc
14:20 – MX3
14:40- Nacional Opem
15:00 – 230cc
15:30 – MX2
16:00 – 85cc
16:30 – Nacional Força Livre
17:00 – MX1

DOMINGO 09/11/2014 - WARM UP
08:00 – 65cc
08:15 – MX Junior e 85cc
08:30 – MX3 e MX4
08:50 – Open Nacional
09:10 – Nacional Força Livre e 230cc
09:30 – MX1 e MX2

CORRIDAS
11:00 – MX4 – 20min + 2 voltas
11:30 – MX Junior – 20min + 2 voltas
12:00 – 65cc – 15min + 2 voltas
12:20 – MANUTENÇÃO PISTA    /    12:30 – CERIMONIAL DE ABERTURA
13:00 – MX3 – 20min + 2 voltas
13:30 – Open Nacional – 15min + 2 voltas
14:00 – 230cc – 15min + 2 voltas
14:30 – MX2 – 22min + 2 voltas
15:10 – 85cc – 15min + 2 voltas
15:40 – Nac. Força Livre – 20min + 2 voltas

16:30 – MX1 – 22min + 2 voltas

Fonte: CBM

Comentários preconceituosos contra nordestinos na web podem ser punidos, diz ONG

27/10/2014

Assim que o resultado das eleições presidenciais foi divulgado, às 20h de ontem (26), os comentários sobre a participação dos votos do Nordeste na vitória da candidata do PT, Dilma Rousseff, começaram a surgir nas redes sociais. Segundo o diretor-presidente da organização não governamental (ONG) SaferNet Brasil, Thiago Tavares, as páginas na internet e nas redes sociais que têm violações aos direitos humanos serão investigadas e seus autores poderão ser punidos. Tavares explica que, assim como quem cria, quem compartilha um conteúdo de ódio e preconceito também pode ser responsabilizado criminalmente.
Tavares, que é professor de direito da informática da Universidade Católica de Salvador, disse hoje (25) que, desde ontem, a ONG  recebeu 421 denúncias referentes a 305 novas páginas nas redes sociais, especialmente no Twitter e no Facebook, com o objetivo de promover o ódio e a discriminação contra a população de origem nordestina. “Lamentavelmente, tudo indica que hoje essas manifestações devem continuar crescendo e ao longo desta semana também”, disse o professor.
As denúncias feitas após a divulgação do resultado do segundo turno são 342,03% maiores em relação àquelas recebidas no dia 5 de outubro, do primeiro turno das eleições. E, segundo Tavares, 662,5% maiores em relação às no dia 26 de outubro de 2013, fora do contexto eleitoral. Tavares diz que as pessoas precisam valorizar a diversidade e respeitar os direitos humanos. “Mas, diante de uma campanha tão polarizada e tão radicalizada, é difícil muitas vezes conter o ímpeto de alguns usuários que resolvem descarregar nas redes sociais as suas frustrações e todo seu preconceito em relação à população nordestina”, disse.
Para Tavares, o mais preocupante é que existem usuários que não são tipicamente criminosos, mas compartilham mensagens de ódio que muitas vezes são postadas “por grupos de extrema direita, de orientação neonazista, inclusive, que se sentem legitimados, fortalecidos e encorajados em momentos como este e encontram nesses eleitores inconformados uma espécie de instrumento para propagar esse tipo de mensagem de ódio e desestabilizar o país”.
A ONG foi criada em 2005 com foco na defesa dos direitos humanos na internet e é operada em parceria com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal. As denúncias podem ser feitas de forma anônima na página da SaferNet, apenas copiando o link da página que tem a violação. A Lei 7.716, de 1989, pune, com pena que pode chegar a cinco anos de reclusão, aquele que utiliza os meios de comunicação social, como a internet, para promover o ódio e a discriminação em razão da raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.
Para o professor do Departamento de Sociologia da Universidade de Brasília, Sadi Dal Rosso, algumas pessoas acusam os nordestinos de votar apenas por causa de algum benefício financeiro que recebam do governo, sem se preocupar com o projeto social como um todo. “O governo agora tem esse papel de dialogar, há um laço comum no país, até porque a Dilma [Rousseff] teve votos de Norte a Sul. Não há desunião no país, mas questões ideológicas que debatemos quando o ‘sangue sobe à cabeça’; ações concretas para elevar as condições de vida da população são importantes, políticas reais e afirmativas para diluir essas questões”, disse o sociólogo.
Para Dal Rosso seria problemático se surgissem movimentos de rua truculentos, como alguns que atuaram nas manifestações de junho de 2013, mas ele diz que já viu um usuário pedindo desculpas nas redes sociais por ter usado “expressões muito duras”, reconhecendo os exageros, o que, para ele, indica que o clima pode estar esfriando.
Segundo Thiago Tavares, da SaferNet, há dois exemplos emblemáticos de crime de ódio na internet. “Nas eleições de 2010, a estudante de direito da Universidade Mackenzie, Mayara Petruso, de 21 anos, declarou no Twitter, logo que saiu o resultado, que os usuários da rede deveriam fazer um favor a São Paulo e matar um nordestino afogado. Em razão dessa mensagem, ela foi condenada pela Justiça Federal, perdeu o estágio, teve que prestar serviço comunitário, pagar multa, o que gerou um transtorno para a vida dela”, contou.
O outro caso aconteceu nas eleições deste ano. Segundo Tavares, uma auditora do Trabalho da Bahia foi indiciada por usar as redes sociais para pregar a violência física e o ódio contra nordestinos. “Os casos estão começando a chegar ao Judiciário e ele tem se pronunciado no sentido de condenar as pessoas que tem usado a internet para essa finalidade”, completou.

Fonte: Agência Brasil

 
© Copyright 2013 - 2014 - Todos os Direitos Reservados | Riachuelo news Blogger.com
Contato: riachuelonews@gmail.com | Edição: Nivaldo Leão